A cidade de Curitiba realizou domingo (19/11) a maior e melhor maratona da cidade de todos os tempos. Com o slogan #nossamaratona a organização foi contagiando e criando expectativas em todos os corredores Brasil afora. O resultado veio domingo, a cidade abraçou a prova junto aos mais de 6500 atletas, que vieram de todas as partes do Brasil e também de outros países. Foi bonito de ver, a Maratona de Curitiba é hoje a maior maratona do sul do país. A organização ofereceu provas de 5k, 10k, 42k e revezamento (2 x 21k).

 

E sendo em Curitiba não tem como não falarmos do clima, a manhã de domingo teve o clima tipicamente curitibano. O dia amanheceu com céu nublado e a sensação de clima fresco, não frio. Durante a prova ficou abafado, o tempo fechou e a chuva ameaçou, meia dúzias de pingos e o céu limpou e o astro rei falou pra galera... “ Isso aqui é Curitiba!”. Como a umidade estava alta a sensação foi de panela de pressão, final da maratona foi realmente muito difícil, assim comentaram a maioria dos atletas que completaram a prova.

 

Todas as largadas ocorreram pontualmente no horário, primeiro foram os cadeirantes, na sequencia a maratona feminina, depois masculina e revezamento e por último largaram as provas de 5k e 10k. Assim que encerrou as provas menores o tapete vermelho já foi estendido aguardando aquele que seria o campeão da maratona. Galera eufórica, narração empolgante e luzes do carro madrinha é avistada ao longe lá pelo quilômetro 41 da imensa avenida.

 

A escolta era para o Tanzaniano MEJAN REGINALD LUCIAN, atleta da equipe LUASA SPORTS CAIXA, que cruzou a linha de chegada com o tempo de 2 horas, 23 minutos e 01 segundo, ritmo médio de 3 minutos e 24 segundos por quilômetro. Destaque especial para SAMUEL RIBEIRO, motorista particular em São Paulo e sem patrocinador, que se emocionou muito ao cruzar a linha de chegada na terceira colocação e o melhor brasileiro com o tempo de 2 horas 24 minutos e 29 segundos.

 

 Chegada do campeão e do melhor brasileiro - Foto: Sandro Cabral

 

No feminino vitória de mais uma atleta da equipe LUASA SPORTS CAIXA, a também tanzaniana ANGELINA JHON JOSEPH YUMBA, que completou os 42k com o tempo de 2 horas, 48 minutos e 42 segundos. Destaque para a catarinense JANETE TEDESCO que também se emocionou muito a cruzar a linha de chegada com o tempo de 2 horas, 58 minutos e 43 segundos. “Prova dura, com várias subidas. Inclusive uma leve na chegada.. rsrsrs. Meu amor pelos 42,195 km só aumenta!” comentou Tedesco nas redes sociais.

 

 Chegada da campeã e a emoção da melhor brasileira - Foto: Sandro Cabral

 

No feminino das demais provas podemos dizer que houve uma supremacia do interior, supremacia pé vermelho. Na prova com percurso de 5km, a campeã foi ANGÉLICA PRONSATI, atleta da ACORREMAR que numa chegada emocionante e uma disputa acirrada ela fechou a prova com o tempo de 20 minutos e 38 segundos.

 

Na prova com percurso de 10k não foi diferente, a campeã MICHELINI FRANÇA, também atleta da ACORREMAR que cruzou a linha de chegada com o tempo de 42 minutos e 10 segundos. 

 

  Chegada das campeãs das provas de 5k e 10k.- Foto: Sandro Cabral

 

Ainda tivemos TAUAN DEPIERI, segundo colocado na prova com percurso de 5k com o tempo de 17 minutos cravados.

 

No revezamento duplas masculina destaque também para a dupla REGINALDO RINA/ELTON VANDER segundo colocados com o tempo de 2 horas 40 minutos e 26 segundos. CARLOS JOSÉ DE OLIVEIRA/LUCIANO MIGUEL DOS SANTOS terceiro colocados com o tempo de 2 horas 41 minutos e 3 segundos. É o norte do Paraná mostrando a sua força na corrida de rua.

 

Foi unanime entre os atletas que a prova de Curitiba foi uma prova fantástica, a energia do público nas ruas, várias atrações musicais pelo trajeto. A arquibancada lotada e super animada a cada atleta que chegava, foi de arrepiar ver vários corredores chegando com bebês no colo, de mãos dadas com os filhos e até cachorrinho de estimação, cada um cruzou a linha de chegada com o seu troféu, “narrou o locutor do evento”. Sem dúvida uma prova que entra pra história dos 21 anos da maratona de Curitiba, aguardamos 2018!

 

A Maratona de Curitiba distribuiu mais de R$ 50 mil em premiação, sendo R$ 6,5 mil para os campeões nas categorias masculino e feminino. A Maratona de Curitiba promove a Cidade, fortalece o comércio, serviços e turismo. De acordo com a organização do evento, mais de a metade dos corredores inscritos (3.380) são de outros estados e países, o que deve gerar cerca de R$ 40 milhões para a economia do município

 

EM BREVE MAIS FOTOS...AGUARDE!

Clique aqui e confira os resultados