Bem vindo(a) a eucorro.com!

Novidades


SEXTA-FEIRA, 03 DE ABRIL DE 2015

Minha Experiência Internacional




Gostaria de ter escrito este texto no domingo dia 15/03, até havia imaginado como faria para compartilhar com todos o momento mágico de correr a meia maratona de Nova Iorque, não foi possível.
Mas vamos lá.


Novos amigos - Foto: Fernanda Paradiso - Amplie
Novos amigos de Fortaleza/CE - Foto: Fernanda Paradiso
Correr, viajar, conhecer lugares e pessoas, esta foi uma viagem de turismo e não somente para correr, fiz tudo diferente do que estou acostumado a fazer nas vésperas de provas, viajei por mais de 10 horas na sexta, andei o dia inteiro no sábado, tive que comprar um relógio as nove da noite de sábado, corri com ele regulado em milhas (fiz as contas no percurso e cheguei a conclusão que 4x1 é algo em torno de 6:30 por milha), para um cara metódico como eu, confesso que não foi fácil, mas acredito que até me saí bem..hehehe.

No dia da prova me chamou a atenção a preocupação com a segurança naquela cidade, a largada foi dentro do Central Park, a entrada parecia mais uma sala de embarque de aeroporto, tivemos que retirar o relógio e passar por detectores de metais, mas tudo com muito agilidade.

Já dentro do parque observei os "currais" como ele chamam lá. Algo que ainda não vi funcionar por aqui e de muita importância para que todos possam curtir a prova de acordo com o seu envolvimento, ou seja, se você gosta de competir teu espaço é respeitado, se você gosta de curtir correndo e conhecendo a cidade seu espaço esta reservado.

Como funciona, a prova que teve 20 mil corredores , teve três largadas com horários diferentes, a primeira às 7:30 e com oito currais separados por tempo, os mais rápidos no curral 1, depois no 2 e os mais lentos lá no curral 8, a classificação é pelo tempo líquido, não há prejuízo pra ninguém. Simples não é? Outra coisa interessante é que você pode fazer seu aquecimento tranquilamente e adentrar ao seu curral mais próximo do horário da largada, diferente do que temos visto aqui, meia hora antes a largada já está cheia, na São Silvestre por exemplo são horas antes.

Minutos antes uma mulher com a voz forte cantou o hino e todos ouviram com respeito, largada pontual e rasgamos as ruas gélidas do parque, mesmo com o frio havia muita gente assistindo com cartazes nas mãos com frases de amor e incentivo, mesmo com muita concentração uma imagem me chamou a atenção, uma senhorinha sentada sozinha com um cachorro no colo e tocando uma sineta de apoio aos corredores, foi de arrepiar, o lago ainda congelado também foi lindo de ver e muito emoção por correr naquele cenário mágico.


Correndo dentro do Central Park - Foto Vitor Cabral
Correndo dentro do Central Park - Foto Vitor Cabral


Dentro do parque ainda tinha gelo que derretia e escorria no asfalto, sensação de dor nos pés e muitas subidas quebrou meu ritmo de prova, só comecei a correr como nos treinos após sair do parque e sentir mais aquecido e o percurso já era mais favorável, pensei agora tenho que tirar o prejuízo, ao longo de toda prova vários pontos de água e isotônicos sempre entregues com muita alegria pelos voluntários que trabalham na prova, a tal sineta é ouvida em todo o percurso e junto muitos gritos de incentivo, "go ...go" ao final "great job" também é muito ouvido.


Saída do Túnel - Foto: Fernanda Paradiso - Amplie
Saída do Túnel Próximo a Chegada - Foto: Fernanda Paradiso
O percurso mesmo com as subidas do parque e o frio favorecem a quebra de recordes pessoais, só não gostei da chegada o último quilômetro que passa por um túnel que não é legal de correr, finaliza com várias curvas e dificulta o sprint final, mas finalizei com o meu melhor tempo no 21k, fechei a prova com 1h24m50s, 26º na categoria faixa etária, 396º no geral entre mais de 19 mil concluintes, pelo que pesquisei nos resultados ainda fui o melhor brasileiro.

Ao cruzar a linha de chegada a gente seguiu por um longo caminho, fomos recebidos por senhoras que nos entregaram a medalha, uma manta de papel tipo alumínio para minimizar o frio, mais adiante uma sacola com lanche, água e isotônico, ao final do caminho uma grande tenda aquecida oferecia colchonetes e roles para alongamento.

Como inciei este post dizendo que queria ter escrito no dia, queria muito finaliza-lo com a celebre frase.... "Sandro Cabral direto de Nova Iorque para o eucorro.com kkkk"


Medalha da Meia Maratona de Nova Iorque - Foto Sandro Cabral
Medalha da Meia Maratona de Nova Iorque - Foto Sandro Cabral


 COMENTÁRIOS (1)

Faça seu login no topo da página para enviar seu comentário, se você ainda não é cadastrado clique aqui.
FERREIRA FILHO
Excelente análise sobre a prova Sandro. Foi muito legal conhecê-lo. Parabéns pelo resultado. Aguardo vc aqui em Fortaleza na Four Asics. Será um prazer te receber. Abraço meu e da Claudia.