Aconteceu no último domingo dia 10/09 a meia maratona de Buenos Aires, uma prova tradicional e uma das mais badaladas da Capital Argentina. Prova que todo ano atrai mais e mais brasileiros. Antenados a isso o grupo de Corrida Fernanda Vargas montou uma grande comitiva e aproveitaram a prova e o turismo dos nossos ”Hermanos”. Em mais uma edição do correspondente #eucorropontocom hoje representado pela Orientadora Física do grupo, abrimos aspas para Fernanda Vargas.

 

 

É um grande prazer que participo do quadro Correspondentes do eucoroo.com, por poder dividir uma experiência única que vivenciei neste final de semana em Buenos Aires com minhas amadas alunas que correr com o Clube FV.

 

Só quem corre sabe o quanto é maravilhoso viajar para participar de prova de corrida. Conhecer novos lugares, aproveitar cada minuto com os amigos e ainda, vislumbrar paisagens fantásticas durante o percurso, é sem dúvida um dos melhores roteiros que os amantes da corrida podem fazer.

 

A expectativa foi grande e o prazer maior ainda, pois tudo que ouvia falar da Meia Maratona de Buenos Aires se concretizou. Sim, é uma das melhores provas que já corri. Começando pela retirada do kit até a entrega da medalha foi tudo maravilhoso, vou contar os detalhes pra vocês.

 

A retirada do kit é feita em uma exposição muito bem organizada onde você pode passear entre os estantes de marcas renomadas e interagir com os milhares de atletas participantes.

 

No grande dia, 10 de setembro, estava com a temperatura baixa, uma sensação térmica de 11 graus devido ao tempo chuvoso e ventos fortes. Mas isso só nos motivou, pois correr com este clima é ainda melhor não é mesmo?

 

O percurso praticamente plano, com alguns aclives leves, quase imperceptíveis, e a divisão de pace por setores, fazem a prova fluir muito bem. Tive que desviar para ultrapassar apenas uns 20 minutos, pouco tempo perto do mar de gente que tinha. Muita gente mesmooooo. Chegando no sétimo quilômetro você se depara com uma pequena subida, nada muito pesada, e começa a trabalhar seu emocional, pois já começa a ver os atletas de elite retornando o percurso do outro lado da avenida (isso só vai ver quem é amador kkk).

 

Como eu estava tentando bater meu recorde pessoal e me tornar SUB2h (e consegui huhuhu), me importei muito com a desorganização dos pontos de hidratação, por perder segundos preciosos esperando eles encherem os copos descartáveis, pois usavam garrafas de 2 litros, não era individual. E também por colocarem o ponto apenas de um lado da pista, que causava bastante tumulto. Acredito que seria o único ponto que poderiam melhorar.

 

Mas isso não tira o brilho da prova, o percurso é encantador, passamos pelos pontos emblemáticos da cidade, como hipódromo, o planetário, a Floralis Genérica, a Casa Rosada, a Plaza de Mayo e o Obelisco.

 

Estou muito feliz por ter vivenciado este momento mágico. Super recomendo a todos esta prova maravilhosa!

 

Fernanda Vargas - Orientadora Física

 

Na foto abaixo parte do grupo que encarou os 21k pela bela Buenos Aires, Maringá bailou em ritmo de tango nos 21k da Capital Argentina.