Bem vindo(a) a eucorro.com!

Novidades



Mika - Foto Divulgação - Amplie
Mika - Foto Divulgação
Mirlene Picin é a melhor brasileira na Comrades Marathon 2015 na Africa do Sul.
Prova é destino comum de Brasileiros desde o início dos anos 2000.

Edição comemorativa de 90 anos do evento contou com a inscrição de 25 mil pessoas.

Com o tempo de 9 horas e 9 minutos, Mirlene Picin foi a melhor brasileira na Comrades Marathon 2015.
Nos anos pares a prova desce de Pietermaritzburg a Durban completando 89km de percurso. Nos anos impares o sentido da prova é o invertido com largada em Durban e chegada em Pietermaritzburg completando 87,7km e acumulando aproximadamente 2.300m de ascensão.

131 brasileiros estavam inscritos no evento e segundo dados da organização 87 completaram a prova entre homens e mulheres. Há um limite de 12 horas para que os participantes concluam o percurso. Há vários pontes de corte durante o trajeto com determinados tempos que devem ser cumpridos para assegurar a continuidade na competição.



"Poderia ter feito uma prova melhor, mas no final de tudo fiquei muito feliz por ter concluído pois houveram muitos momentos em que a vontade de abandonar era muito grande. Foi a coisa mais difícil que eu já fiz. Essa distância ainda é muito pra mim. São anos e anos de treino e maturidade do corpo e mente para formar um ultramaratonista."

Mirlene Picin


Essa prova foi o evento com maior quilometragem realizado por Mirlene.
Atleta do ski cross country e biathlon (ambos esportes olímpicos de inverno) iniciou nas ultra distâncias por acaso, no ano de 2013, também na Africa do Sul.
A estreia na Two Oceans 56k ultramarathon em Cape Town naquele ano, rendeu a brasileira o melhor tempo do ano de 2013 entre homens e mulheres e o melhor tempo brasileiro feminino em todas as edições da competição. Entrou para o top 100 da prova com mais de 4 mil mulheres concluintes.
De lá pra cá, o foco foram as corridas de montanha de média distância. Em 2014 participou de uma ultra de montanha, o X Terra Paraty de 50km (sendo 3ª colocada) e em 2015 a Comrades de 87,7k. Os treinos são ministrados pelo treinador Beto Carnevale.

Em Comrades Mirlene foi a 177ª mulher a cruzar a linha de chegada entre as 3456 que largaram. Em sua categoria de idade (18/39 anos) foi 105ª de 1512 corredoras que largaram.

Dados e curiosidades da prova:
- Criada em 1921 por um soldado para homenagear seus amigos mortos em combate.
- 90ª edição em 2015
- Conhecida mundialmente como a Mãe das Ultramaratonas, chama a atenção de corredores de todo o mundo.
- 5.074 mulheres inscritas em 2015, 17551 homens
- total de 13.006 concluintes de ambos os sexos em 2015
- O Brasil é um dos paises com mais participantes no evento anualmente. Neste ano ficamos atrás apenas de Australia, Reino Unido, Estados Unidos e Zimbabwe.
- O GREEN NUMBER é concedido ao corredor que completar 10 edição da prova, sendo o número imortalizado e ocorredor detentor dele possui benefícios no evento. Há malucos que estão no QADRI GREEN NUMBER. 40 provas concluídas.
- O BACK TO BACK, é concedido ao corredor que completar uma subida e uma descida em anos seguidos.
- 47 postos de abastecimento durante o trajeto. Agua, Coca Cola, banana, hisotônico, chocolate, barra energetica, batata e sal são oferecidos pela organização. A população que apoia o evento em massa oferece algumas outras "guloseima".
- Para os sulafricanos há dois tipos de pessoas. Quem não correu a prova e quem correu a prova.

Patrocínio:
Nanobr Nanotecnologia
Visafértil

Parcerias:
Murilhas Comunicação
Salomon Brasil
Suunto Brasil

Apoio:
Sejel - Prefeitura Mogi Mirim
Hospital 22 de Outubro
Sigvaris Brasil
Alex Abdalla - Instrutor de Tiro