Bem vindo(a) a eucorro.com!

Novidades


SEXTA-FEIRA, 19 DE SETEMBRO DE 2014 - Por: Patrik Nazario

IMPACTO!
Concreto, Asfalto, Pista de Atletismo ou Grama?





Foto: Divulgação
Antes de começar, me permita esclarecer algo importante. De uma maneira geral, não existe uma verdade absoluta. Mas, quando queremos nos aproximar da "verdade", ou obter informações mais confiáveis, devemos recorrer às pesquisas científicas. E, cuidado com os "achismos". Procure sempre alguém que realmente entenda!

Foto: Divulgação


Vamos ao que interessa!
Concreto, Asfalto, Pista de Atletismo ou Grama? Qual é o "melhor" lugar para você correr?
A resposta é fácil: DEPENDE!
Não fique bravo, mas você lembra que não existe verdade absoluta? Depende do SEU objetivo!

Voltou agora de uma maratona? Vai correr uma maratona dentro de algumas semanas? É treino de recuperação? Intervalado? E o treino longo? Não pretendo discutir aqui a relação dos diferentes objetivos de treinamento com os tipos de superfícies disponíveis para você correr (sugiro que você discuta isto diretamente com o seu treinador).

Mas, vamos aproveitar para aplicar os conhecimentos de Biomecânica na Corrida e explicar alguns pontos relacionados ao tipo de superfície e o impacto causado nas nossas articulações, que podem causar lesões. Se você ainda está perdido e não está entendendo o que tem a ver o tipo de superfície com a corrida, vou explicar. Quando você corre, você empurra o chão. E, o chão, te empurra de volta. Você lembra daquela frase "toda ação tem uma reação"?

É basicamente isto. Nesse contato do seu pé com o chão, existe algo que chamamos de IMPACTO. É isso que nos faz correr. Imagina você tentando correr sobre a superfície da água... Você vai afundar, certo? Justamente porque o impacto é muito pequeno.
Foto: Divulgação


Sempre! Sempre que você pisar no chão sofrerá um impacto nas articulações.
Mas, dependendo do chão no qual você pisa, esse impacto pode variar.
Simplificando, o impacto depende basicamente da massa do atleta (Ex.: 85kg), da velocidade da corrida (Ex.: 14km/hr ou 4 min/km) e do amortecimento resultante da nossa pisada sobre o chão. Este amortecimento está relacionado com os nossos tênis de corrida e a rigidez (dureza) do chão no qual pisamos.

Um chão mais duro gera mais impacto e menos amortecimento. Um tênis com mais amortecimento, propicia menos impacto. Então, quando a pergunta for: Em qual superfície o estresse muscular é menor? GRAMA! Sem dúvidas, se você correr no mesmo ritmo e com o mesmo tênis, no concreto, no asfalto, na pista de atletismo ou na grama, o impacto vai ser menor na grama.

A ordem do maior para o menor impacto é: Concreto, Asfalto, Pista de Atletismo e Grama. Um estudo realizado em 2010 e publicado na revista Journal of Science and Medicine in Sport mostrou que correr na grama natural é mais benéfico do que correr no asfalto, quando se pretende diminuir o estresse muscular. Além deste, outro estudo² realizado em 2012 e publicado na revista Journal of Sports Science, demonstrou também que correr no concreto e no asfalto gera maiores pressões na sola do pé do que correr sobre a grama, desde que seja mantida a mesma velocidade e o mesmo calçado. Tudo isto, na verdade, é uma questão físico-matemática, ou, no nosso caso, Biomecânica.

Ainda restam dúvidas?! O grande problema de corrermos sempre no asfalto/concreto é o aumento das chances de surgirem lesões. Mais de 80% dos atletas amadores sofrem com lesões logo no primeiro ano de corrida. Por quê? Não sei exatamente, pois não existe um único motivo; mas, eu acredito que um dos fatores que mais geram lesões é o fato de corrermos sempre no asfalto/concreto, pois são superfícies que aumentam o impacto nas articulações. Agora, imagina correr sempre no asfalto com uma técnica de corrida inadequada ou sempre com alta intensidade? É lesão na certa!

Mas, isso é assunto para outras discussões.

Foto: Divulgação
A grama diminui tanto o impacto nas nossas articulações como o estresse muscular (boa dica para treinos regenerativos).
Se você não tem grama por perto, as ruas de terra também são ótimas opções para treino.
Apenas tenha cuidado com as irregularidades do chão, as quais podem causar torções.
Quais são os "contras"? Correr na grama exige uma força muscular maior do que quando corremos no asfalto, se quisermos manter o mesmo ritmo. Isso ocorre justamente porque diminuímos o impacto, aquela força de reação do chão em nossas pernas. Para manter o mesmo ritmo na grama, precisamos fazer mais força. Correr no asfalto parece que é mais fácil, e realmente é.

Mas, o impacto nas articulações (tornozelo, joelho e quadril) é maior e pode aumentar as chances de você ter lesões. Não existe fórmula mágica. Entretanto, correr sempre no asfalto ou sempre na grama, não me parece prudente quando o assunto é treinamento para corredores de rua. Variar é o mais interessante, no meu ponto de vista.

Mas, não faça isso por conta própria. Procure sempre a orientação de um profissional qualificado, o qual irá orientar você da melhor maneira possível, prevenir lesões e ajudar você a ir além dos seus limites. Treinamento é uma combinação de fatores, e a superfície em que você corre também deve ser levada em consideração nos treinos, sempre!

Bons treinos!!!

Referências:
  • 1- Tessutti V, Trombini-Souza F, Ribeiro AP, Nunes AL, Sacco IC. In shoe plantar pressure distribution during running on natural grass and asphalt in recreational runners. Journal of Science and Medicine in Sport 2010; 13(1):151-5 Sacco IC
  • 2- Tessutti V, Ribeiro AP, Trombini-Souza F, Sacco IC. Attenuation of foot pressure during running on four different surfaces: asphalt, concrete, rubber, and natural grass. Journal of Sports Science 2012; 30(14):1545-50.
Prof. Patrik Nazario
Patrik Felipe Nazario
Doutorando em Educação Física na Universidade Estadual de Maringá - UEM
Grupo de Pesquisa Pró-Esporte
Contato: (44)9919-0013


 COMENTÁRIOS (5)

Faça seu login no topo da página para enviar seu comentário, se você ainda não é cadastrado clique aqui.
ADILSON FERDINANDO
Muito boa materia temos que revesar asfalto x grama.. parabens

FERNANDO ALEX FERNANDES
Boa... é assim que eu faço procuro variar, grama e asfalto, treino no asfalto quando procuro correr mais rápido no treino, e na grama quando quero regenerar.

HUMBERTO PLÍNIO
Fiz um concurso público, na corrida de 50 metros fui reprovado.Fui surpreendido nesta prova pela o piso que continha uma grande quantidade de cascalho,sendo que eu vinha treinando no asfalto.Nos meus treinos estava fazendo um tempo médio de 9 segundos, na prova o mínimo exigido era 9:50 seg/mil,me deram o tempo de 9:75 seg/mil, achei injusto isso devido as condições da pista.O que você pode me dizer sobre a diferença de correr entre o asfalto e o cascalho ?

PAULO FONTELI
..prefiro correr no asfalto com um bom tênis !

PAULO FONTELI
...o importante pra mim é variar também, praticar em vários tipos de terreno, e não treinar somente em um único tipo de piso, pois quebramos a rotina (às vezes cansativa) de treinos , e ainda trabalhamos a adaptação do corpo em diferentes terrenos.Então vamos treinar...