Durante o nosso dia repetimos inúmeras frases e sequer prestamos atenção naquilo que estamos falando e, muito menos, no poder das palavras e na influência que elas têm em nossa vida. Comece a observar com que frequência você repete e escuta frases reativas como: seu eu pudesse, não posso, tenho que.

 

Muitas pessoas sofrem da SÍNDROME DO TEM QUE, se tornam vítimas porque tem que fazer isso, tem que ter aquilo, e não assumem o papel de protagonistas de sua história e sequer observar o que realmente desejam. E aí eu te pergunto: você TEM QUE? Ou VOCÊ QUER?

 

Perceba como simplesmente mudando a forma de se perguntar e de falar a perspectiva também muda. Quando repetimos esse tipo de frase tiramos a nossa responsabilidade pelos acontecimentos, justificamos o fato de não fazermos o que deveríamos fazer e assim, cada vez mais nos aprisionamos nessa realidade. E é ai que se cria a chamada zona de conforto (que de confortável não tem nada!).

 

Observe qual é a área de sua vida que não está como você gostaria e veja quais são as frases feitas que você vive repetindo pra você e para os outros com frequência, muito provavelmente a sua realidade é correspondente às palavras que saem de sua boca.

 

Isso porque tudo aquilo que falamos é profecia!

 

Portanto, se podemos escolher o que vamos profetizar, por que ficamos no piloto automático? Por que não começamos a mudar a nossa linguagem e a nossa realidade à partir de agora, a partir de hoje? Um pesquisador e cientista japonês chamado MASARU EMOTO, fez vários experimentos com cristais de água e arroz, comprovando como nossos pensamentos e, as palavras que falamos influenciam as coisas ao nosso redor.

 

Na experiência do arroz, ele colocou dois potes de arroz cozido em frascos de vidros separados, escrevendo em cada um deles uma frase diferente: eu te amo, eu te odeio. Durante 30 dias ele pediu aos alunos que gritassem a frase que estava escrita no pote. No final desse período, o arroz do pote com as palavras positivas tinha começado a fermentar, com aroma agradável; o segundo pote estava praticamente todo preto, apodrecido.

 

Pra quem tem curiosidade e gostaria de testar isso, pode fazer em casa a experiência com feijão, colocando o mesmo num recipiente com algodão e água. Se as palavras ditas para ele forem afirmações positivas, logo começará a germinar; se as palavras ditas forem negativas ele irá apodrecer, SIMPLES ASSIM. Portanto, qual é a sua escolha, com relação as palavras e frases que falará à partir de hoje?